Trabalhos Pedagógicos

Respeito e solidariedade. Atitudes capazes de transformar a realidade daqueles que precisam de tanto e possuem muito pouco. Prática de aprendizagem solidária que se preocupa em elaborar conteúdos alternativos, como a responsabilidade, a solidariedade, a partilha, a participação e o protagonismo como metodologias avançadas, isto é, com experiências capazes de se transformarem em exercício de democracia, de cidadania ativa. Não é uma forma de preencher o tempo livre. Ao contrário, encontra sua legitimação na educação, tornando-se lugar de crescimento pessoal, com capacidade de autocrítica, e uma maneira mais consciente de viver a própria vida.

Porém, para que isso aconteça, há a necessidade de se desenvolver um trabalho de aprendizagem solidária, iniciando-se um diálogo com os alunos desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. Dessa forma, há a contribuição, de forma significativa, para o caminho formativo das crianças e dos jovens, que passam a ter um novo modo de ver o mundo e seus habitantes. Assim, cria-se a oportunidade de um jeito de viver a solidariedade que, em vez de reforçar a competição e a comodidade pessoal, habilita os mesmos na vivência dos valores humanos e da fraternidade.

Atualmente, os trabalhos pedagógicos da Instituição dividem-se em três frentes: Empreendedorismo Social, Ação Social em Campo e É Legal ser do Bem.

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Empreendedorismo Social

A aula de Empreendedorismo Social, para os alunos do 1º ano do Ensino Fundamental, visa desenvolver nos alunos a capacidade de empreender o bem ao próximo, auxiliando-os em sua formação integral, por meio de práticas que visem o bem comum. Vem complementar a formação sócio-emocional do aluno, por meio de uma aprendizagem repleta de significados e práticas de solidariedade, conscientizando-o de seu importante papel na sociedade. Estimula os alunos a transmitirem os valores aprendidos no âmbito do respeito ao próximo e ao meio ambiente, conscientizando a todos sobre a sua importante missão de cidadãos do bem. Para uma melhor percepção e assimilação do conteúdo, são utilizados livros, contos, vídeos, dinâmicas e exemplos que estimulem o aluno a pensar, despertando sentimentos e provocando reflexões que resultem em práticas de “gente do bem”. Os encontros presenciais acontecem de forma quinzenal, com duração de 45 minutos. Ao término do ano, as crianças recebem um certificado simbólico de “Gente do Bem”, em cerimônia realizada no Auditório do Colégio, com a presença de responsáveis, Direção da escola e colaboradores.

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Ação Social em Campo

O Estudo de Campo é realizado desde o 1º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio durante as viagens para estudo de campo, realizadas com os alunos como forma de compreensão entre o que aprendem em sala de aula e sua real aplicação no cotidiano (vivência de voluntariado). Há a oportunidade de visitas a asilos, creches e escolas municipais. As ações começam de forma muito discreta ainda na escola, com a apresentação da proposta, em parceria com a orientação educacional e com professores regentes de turma, e os alunos conhecem o local a ser visitado e as suas características. Posteriormente, em grupos, organizam atividades que possam ser apresentadas no local da visitação, como algum conto de histórias, uma apresentação musical ou atividades recreativas. Na ocasião, definem também algum tipo de campanha para arrecadação (necessária para aliviar as necessidades urgentes) e posterior entrega no local da visita. Essas arrecadações variam de acordo com as necessidades da instituição/município a ser visitado. Ao chegarem no local, apresentam as atividades previamente organizadas, interagem com os visitantes (observação e contato com a realidade da comunidade) e, ao término, entregam as doações. Nenhum aluno é obrigado a participar da atividade. Dessa maneira, aliando estudo ao voluntariado, o aluno tem a oportunidade de viajar, conhecer novos lugares, analisar as dificuldades de vida de diferentes comunidades, pensar o que pode ser feito para melhorar essa região, além de estudar, pois as práticas interdisciplinares acontecem durante todo o trabalho de campo. Sabemos que, em função do atual momento que estamos vivendo, estas atividades talvez só possam vir a acontecer de forma virtual, tendo em vista a pandemia que nos atinge.

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

É Legal Ser do Bem

O olhar de cuidado e atenção com o próximo permeia todo o processo do Projeto de Ação Social, moldando o caráter voluntário dos alunos e colaboradores do Colégio. E, para colocar em prática o que aprendem na teoria, todos os alunos da escola, desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, participam de uma ação que acontece durante o ano letivo: o “É legal ser do bem”. Este projeto tem como principal objetivo promover vivências que valorizem os pequenos gestos, criando uma atmosfera de respeito, solidariedade e ajuda ao próximo. São momentos em prol da reflexão e da importância em ajudar o outro. Afinal, se cada um fizer um pouquinho, o quanto de bem não é possível inserir no mundo?

Para marcar a importância desse dia para cada turma e família, é organizado um calendário, que é encaminhado previamente para conhecimento de toda comunidade escolar.